Ocorreu um erro neste gadget

2010-07-14

BAHIAR. VAI, MENINA VAI...

*
Welington Almeida Pinto

 
Fonte: Internet





Vai, menina, vai.

Mergulhe nesse mar salgado da Bahia
Balançando... uma após outra, ondas serenas.
Estenda na areia quente das praias seu corpo suave,
Deixe que a febre do sol, indefinidamente,
Aqueça e doure.


Vai, menina, vai.
Pracear ao som de toadas de outras terras,
Tão longe, afastadas de mim. E, assim como eu,
Imerso no luar das noites de azul infinito
Curta a melodia no esplendor de uma
Primavera há pouco iniciada.


Minha flor, “demore” não!
Distante não dou paz aos sonhos
Nem às ideais que, em meio, me encontro.
O sedutor perfume de sua fina pele rosada, ainda
Plaina à janela de minha alma e viajo nesse encontro
Desencontrado que o
Amor traz..., o amor leva...

 
Ó meiga menina,
As fadas chegam da orla com mais alegria e desejo
De mulher que deseja amada ser.

 
Bem sei. E almejo.

* FBN© 2009/jan * Bahiar. Vai, Menina, Vai... - Categoria: poesia. Autor: Welington Almeida Pinto. Ilust.: Foto Internet - Link: http://versoslivres.blogspot.com.br/2010/07/bahiar-vai-menina-vai.html